Home Página Inicial > Notícias > EXPOSIÇÃO NEM TÃO DOCE LAR, NA ESTAÇÃO SÃO LEOPOLDO DA TRENSURB, FAZ ALERTA À VIOLÊNCIA DOMÉSTICA

EXPOSIÇÃO NEM TÃO DOCE LAR, NA ESTAÇÃO SÃO LEOPOLDO DA TRENSURB, FAZ ALERTA À VIOLÊNCIA DOMÉSTICA

05.12.2009

Inaugurada hoje, a instalação segue aberta para visitação até dia 10, das 10h às 22h na área livre da Estação São Leopoldo. O projeto é coordenado pelo Núcleo de Pesquisa de Gênero da Faculdades EST e o Movimento de Consciência Negra Palmares, com colaboração da Trensurb.

Inaugurada hoje, a instalação segue aberta para visitação até dia 10, das 10h às 22h na área livre da Estação São Leopoldo. O projeto é coordenado pelo Núcleo de Pesquisa de Gênero da Faculdades EST e o Movimento de Consciência Negra Palmares, com colaboração da Trensurb.

Foi inaugurada hoje, 5, e segue até dia 10, das 10h às 22h, a exposição Nem Tão Doce Lar, na área livre da Estação São Leopoldo. A montagem representa o ambiente interno de uma casa e mostra como objetos comuns do dia a dia, como facas, vassouras, tesouras e copos, podem se tornar instrumentos para a violência doméstica. O projeto é coordenado pelo Núcleo de Pesquisa de Gênero da Faculdades EST e o Movimento de Consciência Negra Palmares, com colaboração da Trensurb.

Marga Stroher, coordenadora do Núcleo de Pesquisa de Gênero da Faculdades EST , explica que “trazer a instalação para uma estação de metrô é trazer o problema que antes só ficava no âmbito privado para um público novo, que não está acostumado a assistir palestras e a ouvir sobre o assunto”. Segundo Tânia da Silveira, coordenadora do Movimento de Consciência Negra Palmares, o trabalho surgiu de um modelo realizado na Alemanha e foi adaptado para a realidade brasileira. Esta é a sexta edição do projeto, que iniciou em 2006.

A usuária da Trensurb, Joice Thimóteo, passava pelo local e se interessou pelo assunto. “Nunca tinha visto um trabalho parecido, e o que mais me chamou a atenção foi que a exposição fala sobre os casais perfeitos que a televisão mostra, e na vida real é tudo bem diferente”, comenta ela.

A inauguração do espaço contou também com as presenças do assessore de Relações Comunitárias da Trensurb, Edson Santos; do secretário executivo da Fundação Luterana de Diaconia, Carlos Gilberto Bock; da diretora de Promoção da Igualdade e Inclusão Social da Secretaria de Políticas para as Mulheres de São Leopoldo, Elza Magalski e da diretora executiva da ONG Maria Mulher, Maria Noeli Homero.

Durante a exposição, dois monitores estarão disponíveis para esclarecer dúvidas e apresentar materiais informativos sobre as causas desse tipo de violência. Além disso, os visitantes poderão assistir a vídeos e documentários, com o objetivo de conscientizar sobre a necessidade da prevenção. O local também terá informações sobre organizações e instituições que trabalham com o assunto.

Foto: Crédito Ana Paula Scheffer, da Trensurb.

Compartilhe     

OUTRAS NOTÍCIAS
12345de 488paginas_noticias_detalhes.php?codigo_sitemap=2244&sitemapPage=2

Empresa de Trens Urbanos de Porto Alegre S.A. | Av. Ernesto Neugebauer 1985, - Humaitá - Porto Alegre - RS - Brasil - CEP 90250-140 | Fone: +55 51 3363 8000