Home Página Inicial > Notícias > TRENSURB ENCERRA 2010 COM A CONCLUSÃO DE MAIS DE 70% DAS OBRAS DE EXTENSÃO A NOVO HAMBURGO

TRENSURB ENCERRA 2010 COM A CONCLUSÃO DE MAIS DE 70% DAS OBRAS DE EXTENSÃO A NOVO HAMBURGO

22.12.2010

Em apenas 22 meses, a obra de extensão do metrô atinge mais da metade de sua execução concluída e é considerada uma das obras mais aceleradas do PAC.

Em apenas 22 meses, a obra de extensão do metrô atinge mais da metade de sua execução concluída e é considerada uma das obras mais aceleradas do PAC.

As obras de extensão da Linha 1 da Trensurb até Novo Hamburgo chegaram à marca geral de 71,41% de sua conclusão no mês de dezembro, sendo considerada uma das obras do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) executadas com maior rapidez.

A 25ª medição realizada pela Coordenação de Planejamento da Trensurb aponta o avanço significativo da obra, que já possui 84,5% de conclusão do elevado; 94% da ponte metroviária; 95,5% da ponte rodoviária; 75,8% da Estação Rio dos Sinos, em São Leopoldo; 89,39% da Estação Liberdade, em Novo Hamburgo; 55% dos sistemas e 100% do remanejamento de moradias, no total de 189 casas construídas e entregues pela Trensurb nos loteamentos Brás III e Padre Orestes, em São Leopoldo.

Para o diretor-presidente da Trensurb, Marco Arildo Cunha, a agilidade de execução se deve à dedicação dos empregados envolvidos e do Governo Federal, além do planejamento prévio da obra. “O empenho de todos os empregados e a estrutura criada foram fatores importantes na sua aceleração de execução. Outro ponto importante foi a inclusão do projeto no PAC, o que facilitou a liberação de recursos pelo Governo Federal. Foi uma obra muito bem planejada e por isto tem o mérito de estar sendo finalizada com antecedência”, diz Cunha.

Prestes a completar dois anos em fevereiro de 2011, o projeto de expansão prevê mais 9,3km de extensão, totalizando cerca de 43km de Porto Alegre a Novo Hamburgo. O trecho será estruturado em via elevada e comportará quatro novas estações: Rio dos Sinos, em São Leopoldo, e Liberdade, Fenac e Novo Hamburgo, no município de Novo Hamburgo. O Consórcio Nova Via – constituído pelas empresas Norberto Odebrecht, Andrade Gutierrez, Toniolo/Busnello e T’Trans – é o responsável pela execução do empreendimento.

A situação da obra em cada trecho

Com previsão de conclusão no final de julho de 2011, a primeira etapa da obra tem início no final do trecho existente, junto à estação São Leopoldo, e termina na Estação Liberdade, localizada logo após a divisa dos municípios de São Leopoldo e Novo Hamburgo, demarcada pelo Arroio Gauchinho. Compreende 4,9 km de via elevada, duas estações, uma ponte metroviária, uma ponte ferroviária e está dividida em quatro trechos.

Trecho 1

Possui 0,7 km. Tem início no final do trecho existente e se estende até a travessia do Rio dos Sinos (Trecho 2). Atualmente, encontra-se finalizada a execução da via permanente (via férrea por onde circulará o trem) em ambas as vias e aguarda-se o início da montagem do AMV (aparelho de manobra ferroviária que permite o trem passar de uma via para outra), que será montado após a execução da rede aérea (V1). Os trabalhos seguem com a montagem dos painéis de vedação pré-moldados.

Trecho 2

Se constitui na travessia do Rio dos Sinos e abrange uma ponte metroviária e outra rodoviária, ambas com 90m de vão livre.

Ponte Metroviária

É previsto o início dos serviços de montagem dos painéis de vedação.

Ponte Rodoviária

Com a superestrutura de concreto concluída, esta ponte aguarda a execução dos taludes de entrada (aterro para fazer a rampa de subida da ponte), muros de arrimo (estrutura para conter o aterro) e posterior sistema viário.

Trecho 3

Com extensão de 0,7 km, este trecho inicia no final do Trecho 2 e segue até a Estação Rio dos Sinos. Já tem finalizada a execução da via permanente (V1).

Estação Rio dos Sinos

Está localizada entre o Trecho 3 e o Trecho 4 e deverá abranger uma área total de 4.881 m², em dois pavimentos. O primeiro nível será destinado ao acesso dos usuários, onde ficarão as bilheterias e bloqueios de entrada e saída, as escadas rolantes e fixas, além de elevadores e sanitários. No segundo pavimento estarão localizadas as plataformas de embarque e desembarque, com 200 metros de extensão. Encontra-se concluída a execução da cobertura da estação, e seguem as obras de alvenaria e estrutura do corpo da estação.

Trecho 4

Com extensão de 2,0 Km, este trecho inicia na estação Rio dos Sinos e segue até a Estação Liberdade. Já possui finalizada a execução da via permanente (V1).

Estação Liberdade

Localizada em Novo Hamburgo, na Avenida Primeiro de Março, entre as ruas Tom Jobim e Dr. Simões Lopes, entre os trechos 4 e 5. A estação abrangerá uma área total de 4.881 m², em dois pavimentos. O primeiro, ao nível térreo, será destinado ao acesso do público, com bilheterias, bloqueios eletrônicos, escadas rolantes e escadas convencionais, elevadores para portadores de deficiência, sanitários e área operacionais. Já o segundo pavimento é destinado ao embarque e desembarque de passageiros, através de duas plataformas lateralmente dispostas ao longo da via elevada que atravessa a estação. Todas as áreas públicas seguem o conceito de acessibilidade universal. Seguem as obras referentes às instalações hidráulicas, elétricas e de incêndio, além de ajustes nas instalações dos elevadores.

Já a segunda etapa da obra compreende o espaço entre o Trecho 5 e a Estação Novo Hamburgo, possuindo 4,4km de via elevada e duas estações.

Trecho 5

Com extensão de 1,5 Km, este trecho está situado entre a Estação Liberdade e a Estação Industrial. Atualmente, está finalizado a processo de lançamento das vigas e lajes pré-moldadas e seguem a solidarização da estrutura e imprimação (camada que isola a laje).

Estação Industrial

A Estação Industrial inicia no final do Trecho 5 e se estende até o início do Trecho 6, na Avenida Primeiro de Março, entre as ruas Marechal Deodoro e Rodrigues Alves. Nesta estação serão executadas apenas as fundações, radier (laje da fundação, que fica entre a estaca e o pilar), mesoestrutura e superestrutura, para uma futura execução do corpo da estação. Atualmente, encontra-se concluída a infraestrutura e iniciada a fabricação das vigas da plataforma.

Trecho 6

Possui extensão de 1,5 Km e está localizado entre a Estação Industrial e Estação Fenac. Seguem simultaneamente os trabalhos de estaqueamento, execução de blocos, pilares e vigas travessas.

Foto: André Ávila, da Trensurb

Compartilhe     

OUTRAS NOTÍCIAS
12345de 496paginas_noticias_detalhes.php?codigo_sitemap=2650&sitemapPage=2

Empresa de Trens Urbanos de Porto Alegre S.A. | Av. Ernesto Neugebauer 1985, - Humaitá - Porto Alegre - RS - Brasil - CEP 90250-140 | Fone: +55 51 3363 8000