Home Página Inicial > Notícias > GRAFITAGEM E SHOW DE HIP-HOP NA ESTAÇÃO RODOVIÁRIA FAZ HOMENAGEM AO DIA INTERNACIONAL DA MULHER

GRAFITAGEM E SHOW DE HIP-HOP NA ESTAÇÃO RODOVIÁRIA FAZ HOMENAGEM AO DIA INTERNACIONAL DA MULHER

08.12.2008

Enquanto os grafiteiros criavam imagens de Frida Khalo, Nefertiti, Kate Moss, Simone de Beavouir, recortes de meninas e estrelas, borboletas e mulheres, a DJ Vivi Varella, vinda de São Paulo, tocava na estação Rodoviária da Trensurb. Durante toda a tarde de sábado, 8, os artistas promoveram sua arte em homenagem ao Dia Internacional da Mulher.

Enquanto os grafiteiros criavam imagens de Frida Khalo, Nefertiti, Kate Moss, Simone de Beavouir, recortes de meninas e estrelas, borboletas e mulheres, a DJ Vivi Varella, vinda de São Paulo, tocava na estação Rodoviária da Trensurb. Durante toda a tarde de sábado, 8, os artistas promoveram sua arte em homenagem ao Dia Internacional da Mulher, dentro da programação II Universo Feminino do Hip Hop.

Para a usuária do metrô, Bruna Rodrigues, 19, "a estratégia da Trensurb de homenagear as mulheres, através da arte, é muito interessante". "Aprovamos a idéia", concordou sua colega, também usuária do metrô, Anelise Ennes, 18. O público feminino é o maior no metrô gaúcho, com cerca de 60% do total de usuários. Conforme Fabiana Menini, coordenadora do Instituto Idéias, "trabalhos na organização desses eventos de rua há mais de 10 anos e essa parceria com a Trensurb busca gerar na Estação Rodoviária uma galeria de arte aberta". Nesse trabalho, Hisake Silva, Rafaela Perazzolo, Ana Paula, Helena Bastos e Cauan Ferreira, utilizaram três técnicas diferentes: stencil, sticker e grafftti.

O Dia Internacional da Mulher é comemorado desde 1910, quando uma conferência internacional na Dinamarca decidiu homenagear um grupo de mulheres que 53 anos antes (em 1857) foram brutalmente assassinadas. As funcionárias de uma fábrica de Nova York fizeram uma grande greve, reivindicando melhores condições de trabalho, diminuição da jornada (que na época era de 16 horas diárias) e salários iguais ao dos homens (ganhavam cerca de um terço do salário masculino). Esta manifestação foi reprimida com brutal violência: aproximadamente 130 tecelãs foram mortas. A criação da data só foi oficializada pela ONU em 1975.

Compartilhe     

OUTRAS NOTÍCIAS
12345de 494paginas_noticias_detalhes.php?codigo_sitemap=326&sitemapPage=2

Empresa de Trens Urbanos de Porto Alegre S.A. | Av. Ernesto Neugebauer 1985, - Humaitá - Porto Alegre - RS - Brasil - CEP 90250-140 | Fone: +55 51 3363 8000