Home Página Inicial > Notícias > MINISTRO DAS CIDADES OFICIALIZA INÍCIO DE PROJETOS PARA O REBAIXAMENTO DO METRÔ EM CANOAS

MINISTRO DAS CIDADES OFICIALIZA INÍCIO DE PROJETOS PARA O REBAIXAMENTO DO METRÔ EM CANOAS

21.12.2012

Ordem de início de serviços de consultoria e engenharia foi dada na tarde desta sexta-feira, 21, em cerimônia realizada na sede da Trensurb.

Na tarde desta sexta-feira, 21, ocorreu o ato de assinatura da ordem de início de serviço de elaboração de plano funcional, projeto básico e projeto executivo para implantação de trecho subterrâneo da Linha 1 da Trensurb em Canoas. A proposta inicial prevê a construção de uma nova estação e de um trecho do metrô subterrâneo com cerca de 1,2 quilômetro no Centro do município. Estiveram presentes na ocasião o ministro das Cidades, Aguinaldo Ribeiro, e o presidente da Câmara dos Deputados, Marco Maia.

A empresa vencedora do processo licitatório de prestação do serviço de consultoria para elaboração dos estudos foi a Bourscheid Engenharia e Meio Ambiente S.A., com uma proposta de R$ 5,9 milhões. O prazo contratual para elaboração do material é de doze meses.

Em sua fala no ato de assinatura, o diretor-presidente da Trensurb, Humberto Kasper, saudou os presentes e disse ser uma honra receber o ministro das Cidades – pasta a qual a Trensurb está vinculada –, que visita a empresa metroviária pela primeira vez. Kasper destacou os inúmeros investimentos recentes do governo federal no estado e na Região Metropolitana de Porto Alegre – como os R$ 260 milhões do PAC Equipamentos destinados à modernização da frota do metrô gaúcho ou os recém-confirmados R$ 12 milhões para atualização tecnológica do Centro de Controle Operacional da Trensurb. O diretor-presidente lembrou a luta histórica do município para restabelecer uma ligação “interna” na área central e explicou que os projetos serão elaborados pela Bourscheid com o apoio técnico, em parceria, de profissionais da Trensurb e da administração municipal de Canoas.

Por sua vez, o representante do governo estadual, secretário de Obras Públicas, Irrigação e Desenvolvimento Urbano do Rio Grande do Sul, Luiz Carlos Busato, exaltou o trabalho do presidente da Câmara, Marco Maia, e do prefeito de Canoas, Jairo Jorge, para tornar possível esse primeiro passo na viabilização do projeto. Jairo Jorge afirmou que “hoje, é impossível pensar em Canoas sem a Trensurb”, entretanto, classificou como um problema a divisão da cidade pela linha do trem, decisão tomada há mais de três décadas. “Mas, hoje, passado tanto tempo, isso está sendo solucionado”, completou. O prefeito canoense lembrou, ainda, que a execução do rebaixamento do metrô beneficiaria não apenas o município e seus habitantes, mas toda a Região Metropolitana e o fluxo de veículos pela BR-116 e adjacências. O prefeito de Porto Alegre, José Fortunati, concordou: “essa obra diz respeito a todos nós”. Fortunati manifestou sua “total e profunda solidariedade” à demanda canoense.

Já Marco Maia iniciou sua fala falando daquele que considera o principal legado do governo Lula: reavivar a possibilidade de o povo sonhar com grandes obras e realizações. Listou alguns projetos recentes e em andamento financiadas pelo governo federal no Rio Grande do Sul, como a duplicação da BR-101, a construção da BR-448, o metrô de Porto Alegre e as obras de macrodrenagem. Finalizou saudando a conquista desse primeiro passo do rebaixamento do trem para os canoenses: “Viva esta grande obra que vai recuperar ainda mais, de forma definitiva, a auto-estima do povo canoense”.

O ministro Aguinaldo Ribeiro, por sua vez, relatou que a própria presidenta Dilma Rousseff, em conversa com ele, ressaltou a importância desse projeto, que o próprio ministro tem intenção de transformar em modelo para o futuro: “queremos que esse projeto sirva de exemplo para o país”. Ribeiro refere-se a todo o planejamento da obra, com a elaboração, com antecedência, de plano funcional, projeto básico e projeto executivo a fim de que se tenha, com mais exatidão, o custo, os prazos e demais especificidades antes de se alocar os recursos e passar a execução da obra. O titular do Ministério das Cidades encerrou a cerimônia de forma otimista: “Nós havemos de voltar para ver o muro derrubado e a população de Canoas unida”.

Estiveram presentes, ainda, no evento: o diretor de Administração e Finanças da Trensurb, Leonardo Hoff; o diretor de Operações, Paulo Renato Amaral; o superintendente de Desenvolvimento e Expansão, Ernani Fagundes; o superintendente de Desenvolvimento Comercial, Aldir Seifried; gestores e empregados da empresa metroviária; o secretário nacional de Transporte e da Mobilidade Urbana, do Ministério das Cidades, Julio Eduardo dos Santos; a vice-prefeita de Canoas, Beth Colombo; deputados federais, estaduais e vereadores; secretários das administrações municipais.

Foto: Marco Pecker, da Trensurb

Imagens em alta resolução em ftp://apps.trensurb.gov.br/ftpdownloads/secos_fotos
[Caso não consiga acessar pelo navegador de Internet, cole esse endereço na barra de endereços do Meu Computador ou do Windows Explorer]

 

Compartilhe     

OUTRAS NOTÍCIAS
12345de 483paginas_noticias_detalhes.php?codigo_sitemap=3562&sitemapPage=2

Empresa de Trens Urbanos de Porto Alegre S.A. | Av. Ernesto Neugebauer 1985, - Humaitá - Porto Alegre - RS - Brasil - CEP 90250-140 | Fone: +55 51 3363 8000