Home Página Inicial > Notícias > PROJETO CULTURAL ARTE NOS TRILHOS 2016 ENCERRA NA ESTAÇÃO NOVO HAMBURGO

PROJETO CULTURAL ARTE NOS TRILHOS 2016 ENCERRA NA ESTAÇÃO NOVO HAMBURGO

21.12.2016

Desde o início do mês, iniciativa da Trensurb homenageou Ary Barroso e o centenário do samba com shows do grupo Os Remanescentes nos seis municípios atendidos pelo metrô.

Celebrando o centenário do samba e também a obra de Ary Barroso, a edição 2016 do projeto cultural Arte nos Trilhos chegou ao fim na tarde de terça-feira (20), na Estação Novo Hamburgo. Os responsáveis pela execução de clássicos do samba e do artista homenageado foram os músicos do grupo Os Remanescentes. A primeira apresentação aconteceu no dia 2 de dezembro – Dia Nacional do Samba – na Estação Mercado, em Porto Alegre. A programação também contemplou as estações Mathias Velho, Esteio, Sapucaia e São Leopoldo.
 
Durante a apresentação na Estação Novo Hamburgo, o casal Dalva e Antonio Passos levou cadeiras e se instalou no local para prestigiar com mais conforto o show de samba. “Prestigiamos todas as apresentações do grupo Os Remanescentes no Arte nos Trilhos, acompanhamos em todas as estações”, revela Dalva. Ambos são fãs dos artistas e amigos de um dos membros do grupo. “Costumamos pegar o trem aqui em Novo Hamburgo e vamos até a estação terminal em Porto Alegre. Como achamos incrível esse projeto, resolvemos seguir e foi muito bom”, declara Antonio.
 
Os músicos também ficaram satisfeitos com a experiência. “Foram apresentações proveitosas e o público foi muito receptivo. Já havíamos feito parcerias com a Trensurb e continuaremos sempre abertos aos projetos culturais”, destaca Betinho (pandeiro e vocal) d’Os Remanescentes. O grupo também é formado por Brito (violão e vocal), Roberto (afoxê e vocal), Camurça (cavaco e vocal) e Jorge (surdo e vocal). Eles tocam e cantam juntos desde 2004, do samba ao bolero, passando por vários sucessos musicais dos anos 60.
 
Ary Barroso
 
“Foi o compositor mais representativo da era do rádio e o maior nome do samba-exaltação”, afirma o músico Betinho, d’Os Remanescentes, sobre Ary Barroso, grande homenageado do Arte nos Trilhos 2016. O tema da edição deste ano faz referência a um de seus sucessos que exaltavam os valores autenticamente nacionais. Em Isto aqui o que é?, Ary fala do “remelexo” da “Morena boa/Que me faz penar/Põe a sandália de prata/E vem pro samba, sambar”. E fala também “Desse Brasil que canta e é feliz/Feliz, feliz/É, também, um pouco de uma raça/Que não tem medo de fumaça, ai, ai/E não se entrega, não”.
 
Sua obra conquistou o Brasil e o mundo, com gravações de grandes artistas, como Francisco Alves – intérprete original de Aquarela do Brasil –, Carmen Miranda e Frank Sinatra, e presença em produções do cinema nacional e hollywoodiano. Ary Barroso destacou-se também como locutor esportivo e apresentador de rádio e TV. Na música, além de inaugurar o samba-exaltação, compôs também canções passionais de sucesso como Morena boca de ouro e Pra machucar meu coração.
 
Nascido no dia 7 de novembro, em Ubá, Minas Gerais, Ary perdeu os pais aos oito anos e foi criado pela avó materna. Aos 12, começou a trabalhar no cinema da cidade natal como pianista auxiliar. Após receber uma herança, aos 17 anos, mudou-se para o Rio de Janeiro para estudar Direito. Formou-se somente em 1929, porém nunca exerceu a profissão. Costumava tocar piano em cinemas e cabarés para se sustentar. Nos anos 30, consolidou sua carreira como compositor. Morreu em 9 de fevereiro de 1964, durante o carnaval, horas antes da escola Império Serrano desfilar com um samba-enredo em sua homenagem.
 
O projeto
 
Com patrocínio da Caixa Econômica Federal, o Arte nos Trilhos leva cultura e entretenimento aos usuários da Trensurb anualmente desde 2008 – com edições, também, entre 2000 e 2004. Sempre nos últimos meses do ano, diversos artistas apresentam-se nas estações, dando um tom diferenciado à rotina do metrô gaúcho. A produção é de Bonella Produções.
 
Já participaram do projeto, nomes importantes da cultura gaúcha, como o cantor e compositor Bebeto Alves, o Grupo de Teatro Oigalê, a Orquestra de Flautas, Instituto Brasilidades, Gaspo Harmônica, Família Sarará, Karine Cunha, Karen Volkmann & Federico Trindade, Urbanus In Natura, Marcus Bentto, Canta Brasil, Zamba Ben, Brilho da Lata, grupo Teatro Ideia Ação, Companhia Atmosfera, entre muitos outros.
 
Foto: Fabiano Scheck/Trensurb

Compartilhe     

OUTRAS NOTÍCIAS
12345de 494paginas_noticias_detalhes.php?codigo_sitemap=4821&sitemapPage=2

Empresa de Trens Urbanos de Porto Alegre S.A. | Av. Ernesto Neugebauer 1985, - Humaitá - Porto Alegre - RS - Brasil - CEP 90250-140 | Fone: +55 51 3363 8000