Home Página Inicial > Notícias > ESTAÇÃO SÃO LEOPOLDO RECEBE AÇÃO ALUSIVA AOS 16 DIAS DE ATIVISMO PELO FIM DA VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER

ESTAÇÃO SÃO LEOPOLDO RECEBE AÇÃO ALUSIVA AOS 16 DIAS DE ATIVISMO PELO FIM DA VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER

24.11.2017

Promovida pelo Serpaz, atividade contou com distribuição de abraços e música ao vivo. Nova ação acontece na mesma estação, na manhã do dia 8 de dezembro.

A Estação São Leopoldo da Trensurb recebeu, na tarde de quinta-feira (23), ação da associação de Serviço de Paz (Serpaz), em parceria com a escola de música Luarte, alusiva aos 16 dias de Ativismo pelo Fim da Violência contra a Mulher, campanha de mobilização contra a violência de gênero.
 
Os voluntários que participaram da atividade receberam os usuários do metrô com abraços e música ao vivo. Para uma das coordenadoras do Serpaz, Ingeborg Eichwald, “o abraço é um símbolo de uma ação não violenta e não basta apenas ficarmos falando contra a violência, precisamos dar exemplos”. “Nós, que estamos aqui para abraçar fazemos um movimento grande dentro da nossa vida e esperamos que aqueles que vêm receber o abraço também possam encontrar esse sinalzinho de paz”, afirmou.
 
Ângela Maria da Silva, usuária do metrô, aceitou ser abraçada e aprovou a ação: “Gostei muito, aceitar um abraço, tem tanta gente amarga, mau humorada, que não tem amor no coração”. Outra usuária que recebeu o abraço, Eliana Verde, afirmou: “O pessoal não escolhe, é velha, nova, eles abraçam todos”.
 
Os 16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência contra a Mulher consistem em uma mobilização anual, que tem início no dia 25 de novembro, Dia Internacional da Não Violência contra a Mulher, e vai até 10 de dezembro, o Dia Internacional dos Direitos Humanos, passando pelo 6 de dezembro, que é o Dia Nacional de Mobilização dos Homens pelo Fim da Violência contra as Mulheres. Uma nova atividade do Serpaz alusiva à campanha está programada para as 9h do dia 8 de dezembro, novamente na Estação São Leopoldo.
 
O Serpaz é uma associação sem fins lucrativos e provém de um movimento que começou em 1978, durante a ditadura militar, para lutar contra a arbitrariedade do regime e em prol da justiça e da democracia. Atualmente, busca a construção de uma nova sociedade sem discriminações sociais, de gênero, raça e religião.
 
A atividade de quinta-feira foi promovida pelo Serpaz em parceria com a comissão do Programa Pró-Equidade de Gênero e Raça (Proger) na Trensurb. O Proger é uma iniciativa do governo federal que busca promover a igualdade de oportunidades e de tratamento entre homens e mulheres, e diferentes raças e etnias por meio do desenvolvimento de novas concepções na gestão de pessoas e nas culturas organizacionais. A comissão do Proger na Trensurb desenvolve ações em prol da equidade para o público interno da empresa e usuários do metrô.
 
Foto: Marília Bede/Trensurb

Compartilhe     

OUTRAS NOTÍCIAS
12345de 496paginas_noticias_detalhes.php?codigo_sitemap=5032&sitemapPage=2

Empresa de Trens Urbanos de Porto Alegre S.A. | Av. Ernesto Neugebauer 1985, - Humaitá - Porto Alegre - RS - Brasil - CEP 90250-140 | Fone: +55 51 3363 8000