Home Página Inicial > Notícias > COM PRESENÇA DO MINISTRO DAS CIDADES, TRENSURB INAUGURA ESCADAS ROLANTES, INSTALAÇÕES ELÉTRICAS E DE ATENDIMENTO À LEGISLAÇÃO AMBIENTAL

COM PRESENÇA DO MINISTRO DAS CIDADES, TRENSURB INAUGURA ESCADAS ROLANTES, INSTALAÇÕES ELÉTRICAS E DE ATENDIMENTO À LEGISLAÇÃO AMBIENTAL

27.12.2018

Obras inauguradas representam investimento de R$ 23,6 milhões do governo federal.

Nesta quinta-feira (27), a Trensurb recebeu a visita do ministro das Cidades, Alexandre Baldy, para uma agenda de inaugurações de obras diversas: novas escadas rolantes na Estação Unisinos; a Subestação Sapucaia e a Cabine de Seccionamento e Paralelismo Luiz Pasteur, instalações elétricas recuperadas; uma cabine industrial de pintura e um depósito de armazenamento de resíduos, ambos no pátio da empresa. Somando-se à implantação de um sistema de segurança perimetral em instalações ao longo da linha metroviária, esses projetos representaram, no total, investimentos do governo federal na ordem de R$ 23,6 milhões.
 
A agenda de inaugurações teve início com uma cerimônia na Estação Unisinos do metrô. Na ocasião, o diretor-presidente da Trensurb, David Borille, agradeceu pela presença e pelo trabalho de todos, em especial do ministro Baldy, e afirmou que a entrega das novas escadas rolantes eram “uma questão de honra” para a Direção da empresa. Borille recordou que, ao assumir a gestão da Trensurb, em fevereiro de 2017, buscou inteirar-se de quais eram as principais demandas dos usuários do metrô, recebidas na época pela Central de Atendimento ao Usuário. Entre elas, estava a solução para o não funcionamento das escadas rolantes das estações São Leopoldo e Unisinos, desativadas desde dezembro de 2013 por não terem condições de funcionamento ou possibilidade de conserto. O diretor-presidente também destacou a importância do restabelecimento da Subestação Sapucaia, que será energizada a partir do próximo mês, garantindo o fornecimento adequado de energia elétrica aos trens no trecho mais ao norte da linha metroviária – especialmente no caso de eventual falha na Subestação Liberdade, em Novo Hamburgo. Com a recuperação da subestação, há possibilidade de retomada do uso de composições acopladas, totalizando oito carros (um trem simples tem quatro), o que poderia ocorrer a partir de março de 2019. Borille também afirmou que a reconstrução da Cabine Luiz Pasteur ajuda a tornar mais confiável o sistema de energia de tração da Trensurb. As cabines de seccionamento e paralelismo têm como função equalizar a tensão ao longo da rede e isolar trechos conforme necessário. O diretor salientou ainda que a cabine de pintura e o depósito de resíduos garantem o cumprimento da legislação ambiental por parte da Trensurb. Registrou também que todos os contratos dos empreendimentos inaugurados foram cumpridos conforme os valores orçados inicialmente, sem aditivos de valor. Por fim, ele convocou os metroviários a “seguir trabalhando pela empresa e para prestar o melhor serviço possível ao nosso usuário, que é o objetivo desse trabalho”.
 
Representando o governador José Ivo Sartori, o secretário de Transportes do Estado do Rio Grande do Sul, Humberto Canuso, também fez o uso da palavra. Ele salientou a relevância que os serviços prestados pela Trensurb têm para os gaúchos, bem como a importância dos investimentos feitos pelo governo federal e as melhorias que eles trarão aos usuários do metrô.
 
Por sua vez, o ministro das Cidades, Alexandre Baldy, iniciou sua fala lembrando dos desafios impostos pelas restrições orçamentárias neste ano, que geraram preocupações no Ministério e na Trensurb em relação ao custeio dos serviços da empresa em 2018. Ele elogiou o trabalho dos gestores e empregados da Trensurb, que ajudou a demonstrar a importância da suplementação orçamentária e da realização de investimentos para melhoria dos serviços – como os que viabilizaram as inaugurações desta quinta-feira. Para Baldy, as obras inauguradas “são mais que essenciais para o bom funcionamento dos serviços da Trensurb e para o conforto dos usuários”.
 
Após a cerimônia, as autoridades presentes vistoriaram as novas escadas rolantes da Estação Unisinos. Dirigiram-se então até a Subestação Sapucaia e, posteriormente, à cabine Luiz Pasteur. Em ambos os locais, aconteceram breves atos de descerramento das instalações elétricas recuperadas. O mesmo ocorreu no pátio da Trensurb, onde foram descerrados o depósito de armazenamento de resíduos e a cabine industrial de pintura.
 
Também participaram da agenda de inaugurações: representando o vice-prefeito de Porto Alegre, o chefe de gabinete Matheus Ayres; representando o Comando Regional de Polícia Ostensiva do Vale do Rio dos Sinos, o tenente-coronel Sérgio dos Santos; o diretor de Operações da Trensurb, Eurico Faria; o superintendente de Desenvolvimento e Expansão da Trensurb, José Cláudio Sicco; o superintendente de Desenvolvimento Comercial da Trensurb, Euclides Reis; o diretor de Desenvolvimento de Negócios da Siemens, Sérgio Lombardi; a gerente de Relacionamento da RGE Sul, Elisandra Castro; gestores e empregados da Trensurb.
 
R$ 23,6 milhões em investimentos
 
Saiba mais sobre os projetos executados por meio dos investimentos do governo federal.
 
Reconstrução da Subestação Sapucaia e da Cabine de Seccionamento e Paralelismo Luiz Pasteur: A subestação é uma das cinco responsáveis pelo abastecimento de energia elétrica para a circulação dos trens na Trensurb. Sua reconstrução, após um incêndio em abril de 2016, é importante na medida em que recompõe a integralidade das instalações necessárias à movimentação dos trens, reestabelecendo o sistema elétrico de tração da forma como foi concebido no projeto elétrico original. Já a Cabine de Seccionamento e Paralelismo Luiz Pasteur, localizada em Esteio, recompõe a integralidade das instalações necessárias à proteção do sistema elétrico de tração para os trens. O investimento foi de R$ 18,57 milhões. 
 
Construção de uma cabine de pintura: Com esse novo equipamento, a Trensurb atende à legislação ambiental e fornece total segurança e conforto aos empregados nas atividades de pintura dos principais equipamentos nas rotinas de manutenção dos trens. Investimento de R$ 385 mil. 
 
Construção de um depósito de armazenamento de resíduos industriais: Também tem a função de atendimento à legislação ambiental, nesse caso quanto a resíduos industriais. Investimento de R$ 508 mil. 
 
Instalação de seis novas escadas rolantes nas estações São Leopoldo e Unisinos: Substituição das escadas rolantes das estações São Leopoldo (duas unidades já instaladas e inauguradas) e Unisinos (quatro unidades), que se encontravam inoperantes em razão da sua obsolescência e ausência de peças de reposição por parte dos fabricantes. A instalação dessas escadas rolantes permite melhorar o fluxo de usuários dando mais conforto e velocidade nos deslocamentos dentro das estações. O investimento foi de R$ 3,3 milhões. 
 
Instalação de segurança perimetral: Instalação de segurança perimetral (cercamento eletrônico com cerca eletrificada e sinalização remota de invasão) nas principais instalações técnicas estratégicas de operação da Trensurb – subestações, cabines de paralelismo, cabines de sinalização, torres de telecomunicação. O objetivo é garantir a segurança das instalações e preservação do patrimônio. Investimento de R$ 849,9 mil.
 
Foto: Wellington Marques/Trensurb

Compartilhe     

OUTRAS NOTÍCIAS
12345de 487paginas_noticias_detalhes.php?codigo_sitemap=5265&sitemapPage=2

Empresa de Trens Urbanos de Porto Alegre S.A. | Av. Ernesto Neugebauer 1985, - Humaitá - Porto Alegre - RS - Brasil - CEP 90250-140 | Fone: +55 51 3363 8000