Home Página Inicial > Notícias > EXPOSIÇÃO PRODUTO DA RUA MOSTRA CINCO TRABALHADORES NA GALERIA MARIO QUINTANA DA ESTAÇÃO MERCADO

EXPOSIÇÃO <i>PRODUTO DA RUA</i> MOSTRA CINCO TRABALHADORES NA GALERIA MARIO QUINTANA DA ESTAÇÃO MERCADO

05.12.2006

Homens e mulheres que fazem e vendem seus produtos nas ruas de Porto Alegre foram fotografados pelo paranaense Romulo Lubachesky. Exposição começa nesta quarta-feira, 06, e ficano local até o final do mês.

"Trabalhadores das ruas de Porto Alegre, principalmente nos arredores da Praça da Alfândega e da Redenção, foram fotografados pelo profissional Romulo Lubachesky, professor na escola de fotografia Câmera Viajante, cujo resultado é o projeto ""Produto da Rua"". A exposição começa quarta-feira, 6, na Galeria Mario Quintana da Trensurb, na área paga da Estação Mercado, aberta aos usuários durante o horário de operação do metrô, das 05h05min às 23h20min, inclusive domingos e feriados, até 31 de dezembro.

""Fotografar pessoas é uma das coisas mais gratificantes na fotografia, e quando isso é feito nas ruas com pessoas comuns, esse tipo de trabalho é ainda mais interessante"", afirma Romulo, que, inspirado por uma exposição do mestre Henri Cartier Bresson, resolveu fazer um trabalho temático sobre pessoas no seu cotidiano. Ao todo, foram fotografados e entrevistados 20 trabalhadores. Todos têm histórias sofridas e vencedoras de quem vive com dignidade e felicidade, apesar das dificuldades.

Para a exposição, quatro fotos de cinco trabalhadores foram selecionadas, um retrato, um detalhe, uma foto que mostra a pessoa trabalhando e uma que mostra o ambiente em que ela está. Além das fotografias, o projeto ""Produto da Rua"" também inclui o depoimento das pessoas, sobre sua vida e trabalho. Segundo Romulo, Moisés Bastos foi o responsável pela abordagem e pela entrevista, enquanto Desirée Sant""Anna elaborou os textos finais. Foram vários dias de trabalho, gerando confiança entre o fotógrafo e a sua equipe e cada um dos trabalhadores fotografados. ""Na prática, são fotos bem naturais"", admite Romulo.

""Produto da Rua"", trabalhadores:
Danilo Castro Fonseca, 57, trabalhava na Indústria e ficou desempregado com a crise dos anos 90. Agora vende lanches numa bicicleta no centro de Porto Alegre. Acorda às 05h30min e alimenta outros trabalhadores da rua até às 22h.
Ângela Maria Rosa Paz, 41, é mãe de uma filha de 19, de um filho de oito e avó de uma menina, na época, de um mês. Paga a faculdade da filha, os estudos do filho e as contas. Tudo vindo das pantufinhas. Por dia, produz em média dez pares e trabalha até às 20h ou 21h, de segunda à sábado.
J.Dimas, 63, é o pintor mais conhecido da Praça da Alfândega, onde expõe suas obras há mais de 12 anos, tendo como principais dificuldades o mau tempo e a desvalorização do trabalho, por este ser vendido na rua. Faz telas a óleo e acrílico, no estilo impressionista.
Alzira Maria Agostini, conhecida como Nonna, é filha de imigrantes italianos e vende pipoca há 28 anos. Quando começou ainda era enfermeira e a idéia era pagar a faculdade das filhas. E conseguiu. Hoje já não tem de ajudar nas contas da casa e colabora com dois clubes de solidariedade. Sempre a sorrir e com um sotaque de dar gosto, faz da pipoca a sua alegria e a sua forma de ajudar os outros.
Valério Silva dedicou 31 dos seus 56 anos à música. Sustenta-se com o dinheiro que recebe nas tardes em que trabalha na rua. Apesar dos preconceitos, segue orgulhoso na sua profissão. Para ele, a música é uma terapia, capaz de curar, por isso as canções são escolhidas com cuidado, de acordo com a mensagem que transmitem.

Ficha Técnica de Romulo Lubachesky:
Natural de Cascavel (PR) reside em Porto Alegre desde 2001, devido ao curso de Geologia que está prestes a concluir na Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Ufrgs). Foi pioneiro no Brasil na obtenção de fotografias infravermelho com câmera fotográfica digital, sendo essa sua especialidade. Ministrou aulas e palestras no Núcleo de Fotografia (Fabico) na Ufrgs, no Senac-RS e na Universidade Luterana do Brasil (Ulbra).Outros trabalhos já realizados: Galeria de fotos infravermelho no site oficial das Cataratas do Iguaçu S/A em 2004, www.cataratasdoiguacu.com.br, e fotos para acervo; artigos sobre fotografia infravermelho nas revistas, Photos & Imagem junho de 2004, Fotógraphos número 3 e Super Foto Pratica dezembro de 2005; matéria sobre fotografia infravermelho no jornal Zero Hora, caderno Eureka do dia 20 de setembro de 2004; exposição fotográfica Cores da Luz Invisível, fotografias infravermelho do Jardim Botânico de Porto Alegre, no Jardim Botânico e na agência central do Banco Banrisul em Porto Alegre em 2004; imagens do Plano Diretor do Jardim Botânico de Porto Alegre; calendário 2005 com fotos infravermelho em comemoração ao aniversário do Jardim Botânico de Porto Alegre; projeto ""Produto da Rua"" com exposições na agência central do Banco Banrisul em Porto Alegre, Sala J.B. Scalco no Solar dos Câmaras da Assembléia Legislativa do Rio Grande do Sul em outubro de 2005, Universidade de Caxias do Sul (UCS) em Caxias do Sul, nos núcleos da UCS de Canela, Vale do Caí, Bento Gonçalves e  em Shoppings de Caxias do Sul, entre os meses de maio e outubro de 2006; artigo sobre o projeto ""Produto da Rua"" na revista Super Foto Pratica março de 2006 e na revista Fotógraphos número 9; documentário sobre a cidade de Guararema em São Paulo, janeiro de 2006; documentário sobre a páscoa ucraniana na cidade de Prudentópolis no Paraná; projeto Águas de Porto, com exposição da primeira etapa, Arroio Dilúvio no Museu de Ciências Naturais da Fundação Zoobotânica, junho de 2006; exposição Foco Sutil, detalhes do Jardim Botânico, setembro de 2006 e exposição fotográfica sobre a colônia japonesa de Itapuã na Exposição Arquipélagos, Centro Cultural CEEE Erico Verissimo em Porto Alegre, outubro de 2006.

Todas as fotos e textos são de autoria e propriedade de Romulo Lubacheskyo (www.romulogeo.pop.com.br)."

Compartilhe     

OUTRAS NOTÍCIAS
12345de 488paginas_noticias_detalhes.php?codigo_sitemap=848&sitemapPage=2

Empresa de Trens Urbanos de Porto Alegre S.A. | Av. Ernesto Neugebauer 1985, - Humaitá - Porto Alegre - RS - Brasil - CEP 90250-140 | Fone: +55 51 3363 8000