Home Página Inicial > Notícias > TRENSURB DEFENDE A INTEGRAÇÃO DO TRANSPORTE PÚBLICO COLETIVO NA REGIÃO METROPOLITANA

TRENSURB DEFENDE A INTEGRAÇÃO DO TRANSPORTE PÚBLICO COLETIVO NA REGIÃO METROPOLITANA

20.12.2006

Objetivo é aumentar qualidade, a eficiência e o custo do transporte para a população da Região Metropolitana.

"A Trensurb tem como objetivo fornecer um transporte público de qualidade, rápido, seguro, pontual e com uma tarifa justa para os usuários do metrô e suas integrações", afirmou ontem, 19, o diretor-presidente da empresa, Marco Arildo Prates da Cunha, aos operadores, gestores e técnicos do setor de transporte público de passageiros convidados para a apresentação detalhada, por parte da empresa consultora, Trends - Engenharia e Tecnologia, dos resultados e propostas do Estudo do Planejamento Estratégico de Integração do Transporte Público Coletivo da Região Metropolitana de Porto Alegre (EPE). O evento aconteceu no Auditório da Trensurb, em Porto Alegre. Já o secretário Nacional de Transporte e Mobilidade Urbana, do Ministério das Cidades, José Carlos Xavier, declarou que "Porto Alegre está em um estágio avançado na questão de integração do transporte público, viabilizado por meio de um protocolo de Integração Institucional entre o Governo Federal (Ministério das Cidades e Trensurb), o Governo do Estado (Metroplan) e a Prefeitura da Capital (EPTC).".

Fruto deste protocolo e de um convênio de Cooperação Técnica, foi criado um Grupo de Coordenação Institucional (GCI), formado por diretores da Trensurb, Metroplan e EPTC, e, na instância técnica, o Grupo Executivo de Integração (GEI) formado por técnicos representantes dos órgãos conveniados. O superintendente de Desenvolvimento e Expansão da Trensurb, Humberto Kasper, apresentou o trabalho desenvolvido pela Trends Engenharia e Tecnologia, Grupo Executivo de Integração (GEI) e Grupo de Coordenação Institucional (GCI), reafirmando que o próximo passo do trabalho prevê, com base nas diretrizes consolidadas no EPE, a conclusão do Plano Integrado de Transporte e Mobilidade Urbana (PITMUrb) já contratado pela Trensurb e em execução por um consórcio formado pela Trends e pela Sistran Engenharia, ao custo de R$ 2,065 milhões, definido após processo licitatório, e com conclusão prevista para abril de 2007. A elaboração deste plano também está sendo supervisionada pelos técnicos do GEI.

Conforme o Estudo do Planejamento Estratégico de Integração, o sistema de transporte coletivo transporta 1.634.455 passageiros por dia, sendo que 44,68% são passageiros do sistema urbano de Porto Alegre, 45,97% são passageiros do sistema de transporte coletivo por ônibus metropolitanos e 9,35% são passageiros da Trensurb. Para tanto, foram considerados 13 dos 31 municípios que compõem a RMPA, que contemplam 85% da sua população residente: Porto Alegre, Alvorada, Cachoeirinha, Canoas, Eldorado do Sul, Esteio, Gravataí, Guaíba, Nova Santa Rita, Novo Hamburgo, Sapucaia do Sul, São Leopoldo e Viamão.

INTEGRAÇÃO

Em sua introdução, o trabalho aponta para o fato da desagregação dos diversos projetos e soluções de melhorias implantadas nos últimos anos, devido à falta de uma visão integrada, que acabam por torná-las onerosas e pouco eficientes, limitando a mobilidade da população. Em seguida, o estudo propõe um modelo funcional para o futuro sistema de transportes públicos coletivos da RMPA, definindo uma rede estrutural multimodal integrada em Porto Alegre, os locais para instalação de terminais de integração com os ônibus urbanos e metropolitanos e as alternativas de financiamento para a implantação do sistema. Por fim, o EPE oferece, com base em experiências nacionais e internacionais e na recente legislação federal sobre Consórcios Públicos, uma alternativa para a estruturação institucional do planejamento, gestão e controle do transporte público da RMPA, através da criação de uma entidade única que integre os diversos entes existentes.

Nas conclusões, as soluções apontadas pelo Estudo de Planejamento Estratégico, em processo de detalhamento pelo PITMUrb, são consideradas como contribuição "para o resgate do processo de planejamento estratégico integrado, para a estruturação do sistema de transporte público coletivo, para a melhoria e o aumento da mobilidade urbana, para a redução das deseconomias e para a melhoria da qualidade de vida no âmbito da Região Metropolitana de Porto Alegre.". E, para isso, "será necessário propiciar encontros entre os atores envolvidos, além de abrir foros de discussão com os representantes dos operadores, dos usuários e da sociedade civil organizada."

Fotos: Marco Antonio Filho

Compartilhe     

OUTRAS NOTÍCIAS
12345de 488paginas_noticias_detalhes.php?codigo_sitemap=870&sitemapPage=2

Empresa de Trens Urbanos de Porto Alegre S.A. | Av. Ernesto Neugebauer 1985, - Humaitá - Porto Alegre - RS - Brasil - CEP 90250-140 | Fone: +55 51 3363 8000