Home Página Inicial > Notícias > PRIMEIRA ETAPA DO ESTUDO TÉCNICO PARA A INTEGRAÇÃO DO TRANSPORTE DO EIXO NORTE E NORDESTE COM A TRENSURB ESTÁ 97% CONCLU

PRIMEIRA ETAPA DO ESTUDO TÉCNICO PARA A INTEGRAÇÃO DO TRANSPORTE DO EIXO NORTE E NORDESTE COM A TRENSURB ESTÁ 97% CONCLU

23.12.2009

O objetivo do encontro foi de atualizar as informações aos prefeitos e representantes dos municípios de Canoas, Esteio, Sapucaia, São Leopoldo, Novo Hamburgo, Cachoerinha e Gravataí. Pela manhã foi apresentado na sede da Metroplan, o relatório final do Plano Integrado de Transporte e Mobilidade Urbana da Região Metropolitana.

O objetivo do encontro foi de atualizar as informações aos prefeitos e representantes dos municípios de Canoas, Esteio, Sapucaia, São Leopoldo, Novo Hamburgo, Cachoerinha e Gravataí. Pela manhã foi apresentado na sede da Metroplan, o relatório final do Plano Integrado de Transporte e Mobilidade Urbana da Região Metropolitana.

Os prefeitos de Canoas, Jairo Jorge, e de Sapucaia do Sul, Valmir Balin, reuniram-se com a direção da Trensurb nesta terça-feira, 22, para conhecerem o andamento do projeto de integração do transporte público dos municípios com o metrô. Também participaram representantes dos municípios de Esteio, São Leopoldo, Novo Hamburgo, Cachoeirinha e Gravataí.

Até o momento já foi realizado 97% do mapeamento das 758 linhas de ônibus existentes nesses municípios, sendo 574 de integração e 184 semi-diretas, e suas respectivas tabelas de horários. O estudo foi realizado com o auxílio de um software (GIS) e, com isso, será possível a futura construção e modelagem do sistema único que irá atender a região.

A próxima etapa será realizar pesquisas com os usuários e população de cada município. Os 14 mil questionários começarão a ser aplicados a partir de março de 2010 e serão divididos em três categorias: pesquisa de origem e destino, pesquisa de ocupação visual e identificação, além da pesquisa de velocidade e retardo. Para finalizar os estudos técnicos será desenvolvido a partir de janeiro um desenho das novas linhas no software GIS, bem como estimativas de demanda, modelos tarifários e definições de critérios para integração. Será possível, assim, a comparação dos sistemas utilizados hoje, com o que será implementado futuramente. O trabalho deverá estar concluído em junho de 2010.

O diretor-presidente da Trensurb, Marco Arildo da Cunha, disse que o desenvolvimento desse projeto busca diminuir os custos para os usuários, "queremos a integração e a bilhetagem única entre os sistemas". O sistema de integração do transporte público entre os municípios atendidos diretamente pela Linha 1 do metrô e os municípios de Cachoeirinha e Gravataí teve início com a assinatura de convênio de cooperação técnica, realizado em 6 de novembro.

A apresentação do trabalho foi realizado pela técnica da Trensurb e coordenadora do projeto, Rita de Cássia, e o assessor da Trensurb, Aldir Seifried. As atividades relativas a essas ações, são orientadas pela Coordenação Institucional, formada pelo assistente especial da Prefeitura de Gravataí, Túlio Zamin, e pelo superintendente de Desenvolvimento e Expansão da Trensurb, Humberto Kasper, sob a coordenação do secretário municipal de Transporte e Mobilidade de Canoas, Luiz Carlos Bertotto. Pela Trensurb também participaram do encontro o superintendente de Desenvolvimento Comercial, Ernani Fagundes; o diretor de Administração e Finanças, Ney Michelucci e o gerente de Mobilidade Urbana, Sidemar Francisco da Silva; Dóris Andara e Francisco Horpre, engenheiros.

Relatório final do PITMUrb – Pela manhã, na sede da Metroplan, foi realizada a apresentação do Relatório Final do Plano Integrado de Transporte e Mobilidade Urbana pelo Grupo Executivo de Integração, constituído por técnicos das três esferas de Governo (Trensurb, Metroplan e EPTC). A apresentação foi realizada pelos engenheiros do consórcio Trends/Sistran, Geraldo de Carvalho Júnior e Francisco José Soares.

Geraldo Carvalho disse que "o estudo busca checar a funcionabilidade do sistema de transporte multimodal". Para o relatório foram pesquisados os custos, benefícios, oferta e demanda de todo o sistema público de transporte. "É muito importante investir nessas alternativas propostas para que não aconteça com Porto Alegre o que acontece com outras grandes capitais, em que o número de usuários de serviços públicos de transporte é muito inferior ao de carros de passeio", conclui Geraldo.

Também participou o gerente de Projetos da EPTC, Emílio Merino. Ele comentou a atual situação do transporte público e projetou ações para o futuro. "Queremos qualificar o planejamento estratégico do modelo de transporte público sustentável, para melhorar o serviço que não é um problema só em Porto Alegre, em outras cidades também", disse.

Participaram do encontro pela Trensurb, o diretor-presidente, Marco Arildo Cunha; o superintendente de Desenvolvimento e Expansão, Humberto Kasper; o superintendente da Metroplan, Nelson Lídio Nunes e o diretor de Transportes, Francisco Schreinert, entre outros.


Fotos: André Ávila e Inaiara Cunha

Compartilhe     

OUTRAS NOTÍCIAS
paginas_noticias_detalhes.php?codigo_sitemap=2278&sitemapPage=434567de 496paginas_noticias_detalhes.php?codigo_sitemap=2278&sitemapPage=6

Empresa de Trens Urbanos de Porto Alegre S.A. | Av. Ernesto Neugebauer 1985, - Humaitá - Porto Alegre - RS - Brasil - CEP 90250-140 | Fone: +55 51 3363 8000